Compartilhar

 hipertrofia-hiperplasia-treino

“No pain no gain!” 

Sem esforço não há resultados! Esse é um fato para quem quer ter o shape perfeito, um corpão sarado, aquele corpo maromba mesmo! 

Falando sem “mimimi”, sem papas na língua quem procura aumentar massa muscular, perder barriga e deixar o corpo bombado precisa algo a mais do que frequentar academia e esperar por resultados milagrosos. 

É preciso disciplina, foco e esforço.

E um requisito relevante para quem é adepto ou pretende adentrar no mundo body building, é conhecer bem as técnicas de hipertrofia e hiperplasia muscular. 

E você o quanto sabe sobre este assunto? 

Se você quer saber como funciona, qual a diferença e dicas imperdíveis confira este artigo que preparamos para você tirar dúvidas e alcançar resultados reais.

Sem mais enrolação, vamos a definição dos termos.

Afinal, o que é hipertrofia e hiperplasia

Começando pela hipertrofia em termos simples é:

  • Aumento do volume (ou tamanho) de um órgão ou músculo.

Como isso acontece na prática?

A hipertrofia é um processo biológico do aumento de fibras dentro de uma célula, ou seja, o aumento no TAMANHO da célula.

Complicou? Muita calma, na verdade o processo é bem simples de entender. 

Hipertrofia é um processo saudável a base de estímulos e suplementos alimentares. Quando é feito da forma correta aumenta o calibre das células gerando força, resistência e aumento de volume/tamanho.

Para que esse processo ocorra é necessário treinos intensos até a falha muscular. Repetindo, até a falha muscular (quando você não consegue mais realizar o exercício) e não até a fadiga, beleza? 

Além dos treinos são necessários outros fatores que abordaremos mais adiante neste post.

Esses treinos vão provocar microlesões nos músculos que vão reagir aumentando de tamanho, para aguentar as novas sequências.

Podemos, dizer que essas fibras celulares, se regeneram maiores e mais fortes. 

O que é hiperplasia?

Em termos simples, é a aumento do NÚMERO das células. 

A hiperplasia diferente da hipertrofia, é um processo patológico. 

Neste processo ocorre um aumento do número de células através da mitose, ou divisão celular.

Na hiperplasia, o body builder vai sofrer uma duplicação das células. Então em um exemplo: Se eu tenho 4 células, com a prática da hiperplasia terei essas células duplicadas, terei então 8 células. 

Em geral, a prática é realizada para potencializar a hipertrofia dos músculos. Sacou? Se você tem mais células e trabalha no aumento do tamanho delas (hipertrofia) maiores serão os músculos. 

Mas, muita calma nessa hora. 

A questão da hiperplasia gera muitas controvérsias. A “multiplicação” das células é obtida por um treinamento overload que provoca uma lesão, um rompimento das células e, portanto, sua divisão.

O treinamento gera divergência de opiniões entre fisiculturistas, treinadores, profissionais da saúde e outros. 

Há quem diga que o processo aumento a incidência de câncer. Levando em conta que as células se dividem e a quantidade aumenta, aumentam também as células cancerígenas. 

Outros são defensores da causa e alegam que as alterações são benignas e ajudam a potencializar a hipertrofia muscular. 

  hipertrofia-hiperplasia-treino

Hipertrofia ou hiperplasia qual você deve escolher?

A escolha vai depender de alguns fatores: seu objetivo, saúde, seu nível body builder e outros.

 A questão deve ser avaliada com auxílio de um profissional. 

Toda pessoa que optar entre hipertrofia e hiperplasia necessita de avaliação e auxílio profissional.

 Apenas um profissional qualificado é capaz de avaliar: 

Quando;

Se é necessário; 

Qual a frequência e a intensidade dos treinos de hiperplasia. 

Lembrando que esse processo é patológico e não pode ser realizado sem acompanhamento.  Você está disposto a lesionar para obter músculos gigantes? 

O maior segredo para um shape monstro é dieta equilibrada, hidratação e frequência. Pense nisso e se liga nas dicas que preparamos para bombar os músculos com saúde. 

Alimentação

 hipertrofia-hiperplasia-alimentaçao

Não adianta uma sequência exaustiva de treinos, estar todos os dias na academia se não houver nutrição para os músculos crescerem. Por isso caprichar em uma dieta equilibrada é muito importante para obter resultados. 

Como está a sua alimentação?

Uma dieta equilibrada é composta no mínimo por:

Calorias;

Carboidratos;

Gorduras boas;

Minerais;

Vitaminas;

Água.

Fuja dos alimentos ultra processados, do açúcar e do álcool. 

“O álcool desidrata as células e danifica o funcionamento do organismo”. Léo Stronda.

Hidratação

Pegando o gancho da frase do Léo Stronda, outro fator de extrema importância para quem quer aumentar volume da massa muscular é uma boa hidratação.

Você já deve estar cansado de saber que o ideal para o corpo humano é ingerir pelo menos 2 litros de água por dia. Isso é o mínimo para quem treina intensamente. 

A desidratação é uma das maiores inimigas da hipertrofia e hiperplasia. Então, manter o corpo hidratado é fundamental para bons resultados. Certo?!

Suplementação

Outro aliado à hipertrofia são os suplementos alimentares à base de gordura boa. 

Os suplementos ajudam a melhorar a força e o foco, auxiliando nos resultados. 

E aí vai uma dica. Apesar de serem vendidos sem receita médica, vale a pena pedir orientação ao profissional que acompanha seu treinamento sobre quais suplementos contribuirão para você alcançar seu objetivo. 

Procure os suplementos de marcas que tem procedência, afinal você quer agregar e não atrapalhar. Não é mesmo? 

Frequência e divisão de treinos

Se você frequenta academia a um tempo faz tudo direitinho, mas ainda não conseguiu alcançar a sua meta, ou estagnou em algum ponto e pensou; “hmm deve ser hora de partir para hipertrofia e hiperplasia para coisa andar”. 

Bom, é hora de avaliar como você realiza os treinos, quando e com que frequência.

O ideal é uma divisão de treinos. Escolher cada dia um grupo de músculos para trabalhar. Manter a frequência e experimentar treinos diferentes para estimular os músculos. 

Descanso

Um dos fatores chaves e valoroso é o descanso. 

O crescimento e a regeneração dos músculos se dão durante o repouso, durante o sono de qualidade e não durante a prática do exercício.

Portanto, dormir bem de 7 a 8 horas por dia e respeitar os intervalos entre os treinos é fator chave para ter músculos maiores, mais fortes e mais resistentes.

Tudo beleza até aqui? 

 hipertrofia-hiperplasia-bodybuilder

Defina qual é o seu objetivo e mantenha o foco nele.

Lembre-se: “NO PAIN NO GAIN”, grandes resultados só podem ser alcançados com esforço, dedicação e foco. Trabalhando os músculos com eficiência para aumentar volume e força.

Compartilhe:

Perguntas e respostas

Sua Pergunta

Recomendamos para você